5 estratégias para manter seu faturamento na quarentena

O cenário de pandemia que se impôs diante de praticamente todo o mundo trouxe um desafio às empresas, sejam elas grandes, médias ou pequenas. Agora, mais do que nunca, é fundamental adotar estratégias para manter o faturamento.

Para evitar o colapso total da empresa, perda de empregos e o não pagamento das contas, é preciso elaborar um plano para sobreviver ao coronavírus. Focar no essencial e até avaliar linhas de crédito são algumas medidas possíveis.

Sabemos que esse momento não é fácil e, por isso, separamos 5 estratégias para manter seu faturamento na quarentena. Confira!

1. Concentre seus esforços no que é essencial

Nesse momento, é preciso analisar detalhadamente todos os custos e despesas e cortar o que for possível. Dessa forma, é possível garantir uma sobrevivência mais prolongada do negócio.

Em alguns casos, empresas que já tinham optado pelo crédito podem fazer uso desses recursos para atrair mais clientes – sempre tendo em mente que é necessário manter a operação e, ainda, conseguir pagar essa dívida.

2. Avalie a situação dos funcionários e tente negociar

A saúde da empresa e dos colaboradores está em jogo neste momento. Por isso, é fundamental estudar o que faz sentido para o seu negócio.

Muitas empresas – pequenas e grandes – estão reduzindo salários e benefícios para conseguirem manter o quadro de funcionários neste cenário. Setores do comércio, que são os mais afetados, investir na atuação online pode ser uma boa saída para minimizar as perdas.

3.Encontre alternativas para vender

Se você tem um negócio físico, pense em expandir para as redes sociais, e-commerce e delivery. Modificar os canais de atendimento para continuar atendendo ao consumidor é muito importante agora.

Quem trabalha com serviços e produtos tem os canais online muito favoráveis agora. Afinal, com as pessoas mais tempo em casa, é normal que os serviços de delivery tenham um grande aumento nas vendas.

4. Estreite a comunicação com os clientes

Comunicar aos clientes sobre mudanças nos horários de funcionamento, delivery, produtos disponíveis, ofertas e qualquer outra alteração é importante para que eles se sintam amparados.

Os funcionários devem atuar como consultores no ambiente digital, comunicando-se de forma direta com os consumidores e respondendo dúvidas e pedidos o quanto antes.

5. Reorganize a equipe em novas funções

Em vez de demitir um funcionário, pense em aproveitá-lo em novas funções. É possível, por exemplo, utilizar alguém que atuava como garçom no restaurante como auxiliar das entregas no delivery.

Você pode, ainda, orientar esses profissionais a interagirem nas redes sociais com os clientes ou ajudarem a atrair mais clientes, mesmo nesse momento.

Neste vídeo, especialistas do Sebrae falam sobre o momento e indicam maneiras de sobreviver a essa crise mantendo a saúde do negócio.

Confira!

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *