Os segredos dos maiores CEOs do mundo para manter o foco

coworking

É difícil manter a concentração? Você parece ter perdido o foco e a capacidade criativa? Saiba que isso não é tão raro de acontecer, especialmente quando estamos preocupados, ansiosos ou inquietos por algum acontecimento.

Nessas horas, vale a pena lançar mão de dicas de quem entende melhor do que ninguém o mundo da produtividade. Que tal saber o que pensam os maiores CEOs do mundo e como eles conseguem manter o foco?

Dizem que pequenos hábitos são o segredo do sucesso. Então, que tal mudar os seus para se tornar mais produtivo?

Jack Dorsey, presidente do Twitter e CEO da Square

O executivo diz que é fundamental escolher um tema para cada dia. No caso dele, que precisa cuidar de duas empresas, sua programação funciona assim: as segundas-feiras são dedicadas à gestão; terças são focadas em produtos: quartas são para marketing e comunicação e assim por diante. Assim, você cria uma rotina e disciplina para manter o foco.

Larry Page, CEO do Google

Um dos CEOs mais reconhecidos do mundo recomenda passar um dia da semana com apenas um aparelho móvel. O executivo do Google diz que se força a passar grande parte do dia sem usar o computador – apenas com smartphone.

Ele incentiva seus engenheiros e gerentes de produtos a fazerem o mesmo, mantendo o foco da empresa no celular. Aqui, vale a pena só prestar atenção para não gastar muito tempo nas redes sociais em vez de trabalhar, ok?

Phil Libin, CEO da Evernote

Sabe quando você aproveita cada minutinho para trabalhar e recuperar o tempo perdido. O executivo da Evernote diz que não tem mais o hábito de trabalhar em viagens de avião, por exemplo. Ele usa esse tempo para relaxar, ver filmes, dormir ou jogar.

Chad Dickerson, CEO da Etsy

Esse executivo da ETSY diz que possui sistema para tudo – desde o controle de seu e-mail à organização de cartões que recebe em eventos. Uma dica que ele dá é escrever os nomes em sua agenda e acrescentar anotações sobre como e onde conheceu aquela pessoa e sobre o que eles conversaram.

Assim, se precisar estabelecer um contato no futuro, poderá citar especificamente a conversa.

E aí? Deu para se inspirar nesses profissionais de sucesso? Adapte essas ações ao seu dia a dia e veja como é possível ser mais produtivo com as ações certas!

Como se livrar da “infoxicação”: excesso de notícias

Notícias, notícias, notícias… Em tempos de coronavírus, informar-se sobre precauções e medidas é fundamental, mas, se nos mantemos ligados aos noticiários por muito tempo, esse hábito pode trazer sérias consequências à nossa saúde mental, causando a “infoxicação”.

O excesso de notícias traz ansiedade, incomoda e pode até prejudicar nossa concentração no dia a dia. Outros sintomas muito relatados são insônia, pesadelos, depressão e tantos outros.

Controlar o acesso à informação é fundamental para manter a saúde mental em dia. Por isso, a seguir, veja como se livrar disso.

Como controlar a ansiedade frente à pandemia do coronavírus?

Para não se contaminarem com o vírus, muitas pessoas acabam se contaminando com notícias. São mensagens por redes sociais, televisão e tantas outras vias que nos prejudicam e causam ansiedade.

Por isso, para controlar essa ansiedade, é essencial não confiar em todos os “especialistas” que encontramos. Isso porque informações conflitantes trazem muito prejuízo às nossas mentes e causam insegurança.

Naturalmente, o ser humano já tende a ir para o lado negativo. A própria imprensa nos convoca a ir por esse caminho, porém, quando sentimos medo, nos desesperamos de alguma forma.

Uma forma de se evitar isso é buscar canais oficiais e de confiança para obter informação, além de restringir as fontes, filtrando melhor o que você recebe.

Há muitas pessoas tão impactadas por essas notícias de pandemia que entram em diversas paranoias, passando a acreditar em teorias da conspiração. Reações neuróticas também são comuns, visto que tudo passa a ser visto como ameaça à vida.

Como se livrar do excesso de notícias para dormir bem

São muitas as queixas de pessoas que não conseguem dormir bem diante das notícias de coronavírus, isolamento e repercussão do problema no mundo.

Para evitar que surjam pesadelos e outras perturbações, o ideal é conseguir manter o equilíbrio durante o dia, para manter esse padrão à noite. Se você passou por um dia ansioso e com angústia permanente, sua noite provavelmente será turbulenta.

Atividades físicas em casa ajudam muito a minimizar essas sensações. Todos tiveram que se readaptar e se reinventar. Portanto, encare essa fase como uma oportunidade de repensar hábitos – o que inclui o home office.

Outra medida para dormir bem em tempos de coronavírus é buscar conteúdos que sejam positivos. Que tal ver um filme ou documentário bem leve antes de ir se deitar? Deixe celular e redes sociais de lado e tente se distrair com algo positivo.

Lembre-se: o cérebro se impressiona com as últimas informações que recebe antes de dormir. Então, que tal impressioná-lo com coisas boas e positivas?