Prato com comida sobre a mesa de um restaurante | restaurantes na paulista - Club Coworking

Há uma ampla oferta de restaurantes, bares e lanchonetes na região da Avenida Paulista: opções para refeições rápidas, para um almoço mais prolongado, e uma diversidade gastronômica que vai do mais simples sanduíche a elaboradas receitas da cozinha internacional. Escolhemos seis sugestões bem pertinho do Club Coworking Paulista para abrir seu apetite!

Que São Paulo é um dos principais centros gastronômicos do planeta não se discute. A cidade é reconhecida por turistas e autoridades no assunto e já conquistou prêmios nacionais e internacionais. O mais recente é o título de capital mundial da gastronomia 2020, conferido durante a abertura do 10º Cihat (Congresso Internacional de Hospedagem, Gastronomia e Turismo), no Memorial da América Latina, por membros dos 43 países representados na cidade com pelo menos um restaurante de comida típica.

Dados oficiais do município, divulgados pelo Observatório de Turismo e Eventos — núcleo de estudos e pesquisas da São Paulo Turismo (SPTuris), apontam que a capital paulista possui mais de 15 mil opções de restaurantes, com uma variedade de quase 60 tipos de cozinhas diferentes — da carne mal passada à comida vegana —, incluindo comidas típicas de outros países. Segundo o levantamento, realizado em 2015, 75,7% dos turistas brasileiros e estrangeiros avaliam a gastronomia da cidade como ótima ou boa e 23,9% dos visitantes vêm à capital paulista em busca de experiências gastronômicas.

Não é só a variedade gastronômica que chama atenção, mas a qualidade dos pratos. Hoje, a cidade conta com diversos estabelecimentos bem colocados em guias como o Guia Michelin, principal ranking mundial para classificação de restaurantes, que pontua, com uma, duas ou três estrelas, locais que atendem aos rígidos critérios de avaliação da equipe julgadora. Um deles é o D.O.M, do chef Alex Atalla, detentor de duas estrelas Michelin e eleito também como sétimo melhor restaurante do mundo em 2014 pela revista inglesa The Restaurant.

Restaurantes na região da Paulista são uma boa pedida

A região da Avenida Paulista abrange o circuito dos Jardins, o baixo Augusta e parte da Bela Vista, e conta com uma grande quantidade de restaurantes com opções para diferentes tipos de público e paladares. Para atender a população diversificada que frequenta e mora na região, a oferta é ampla, incluindo cozinha brasileira, internacional, contemporânea e de influências étnicas, como as gastronomias judaica e tailandesa.

Alguns dos melhores e mais tradicionais restaurantes de São Paulo estão próximos à Avenida Paulista, oferecendo alternativas para quem tem horário flexível e pode ter um almoço elaborado, ou está com o tempo apertado e precisa de uma refeição rápida. Há no cardápio lugares de perfil executivo, como o self service do Viena, no Conjunto Nacional, e a unidade Galleto´s da Alameda Santos, até o estrelado D.O.M, um dos mais caros do Brasil. Conheça algumas boas alternativas entre as centenas de opções da região.

Leia também: Elegemos as seis cafeterias mais bacanas da Av. Paulista

Comida de Rua

Cada vez mais, as barraquinhas de rua vêm dando espaço a Food Kombi, Bike e Trucks. Na rua Augusta, sentido centro, 10 deles estão reunidos no Calçadão Urbanoide, um espaço modernoso onde você pode encontrar de burgers a pratos típicos. Nesse espaço colorido e multicultural há comida peruana a partir de R$ 20, tailandesa, por R$ 25 e paraense a partir de R$ 10.

Calçadão Urbanoide — Rua Augusta , 1291Funcionamento:
Diariamente, das 12h às 22h (horário reduzido devido à pandemia da Covid-19)

Um clássico paulistano

Inaugurado em 1956, o restaurante Frevo funciona em dois endereços, já completou bodas de diamantes na cena paulistana e é carinhosamente chamado de “Frevinho” por paulistanos “raiz”. O espaço mantém a mesma decoração e continua com o mesmo cardápio de décadas atrás, com pratos bem servidos e sanduíches clássicos como o Beiruth à moda da casa, que leva roastbeef, queijo derretido, presunto, rodelas de tomate e orégano, servido em um pão sírio bem fininho (R$ 69 no combo com fritas que serve duas pessoas). Mas se quiser uma opção de prato, o filé à parmegiana (R$ 43) faz sucesso entre os clientes.

Frevo Augusta — Rua Augusta, 1563
Frevo Oscar Freire — Rua Oscar Freire, 588
Funcionamento:
Diariamente das 10h30 às 23h

Para ver e ser visto

Cravado no meio da praça entre os prédios do complexo da Caixa Econômica Federal, na esquina da Avenida Paulista com a Rua ministro Rocha Azevedo, o Spot tem fachada toda em vidro e fica em frente a uma fonte iluminada. Com projeto arquitetônico assinado por André Vaine, é literalmente uma vitrine para quem quer ser notado num espaço disputado e barulhento.

A culinária é contemporânea e inclui salmão, costelinha flambada e truta com manteiga e amêndoas, além de clássicos como os steaks poivre e béarnaise, risotos, massas e drinques. Destaque para o penne melão e presunto cru, com creme de leite, manteiga e suco de limão (R$ 68 a meia porção ou R$ 89 a inteira), um dos pratos mais pedidos do local. Para não enfrentar filas, é melhor fazer reserva.

Spot — Alameda Min. Rocha Azevedo, 72
Funcionamento:
De segunda a sexta, das 12h às 14h30
Sábados e domingos, das 12h às 16h
Jantar todos os dias das 18h30 às 22h

Comida e cultura

Em São Paulo, otimizar a saída é uma boa solução para fugir do trânsito e ganhar tempo, especialmente na Avenida Paulista, que em toda a sua diversidade concentra dezenas de museus e casas de cultura. A maioria tem visitação gratuita e tem espaços para comer ou tomar café, como é o caso do MASP.

No subsolo do museu, pode-se conferir a fusão das cozinhas baiana e mineira no Baianeira, da chef Manuelle Ferraz, nascida na divisa dos dois estados. Além da vista linda da Avenida 9 de julho, o espaço oferece pratos coloridos e bem temperados que trazem referências do sertão brasileiro.

A Baianeira — Av. Paulista, 1578
Funcionamento:
De terça a sexta, das 11h30 às 15h
Sábados, das 11h30 às 16h
Domingos, das 10h às 16h

Padrão Masterchef

Outra opção que é a cara do entorno é o SAL Gastronomia, uma das casas do chef, músico e jurado do Masterchef Henrique Fogaça. Com ambiente industrial, do lado da Galeria Vermelho, o espaço apresenta opções de menu degustação que variam de R$ 167 a R$ 308. Apesar do estilo durão que mostra na TV, Fogaça esbanja simpatia e costuma andar pelo salão conversando com os clientes.

Sal Gastronomia — R. Minas Gerais, 352
Funcionamento:
Almoço
De segunda a sexta, das 12h às 15h
Sábados e domingos, das 12h às 17h
Jantar
Terça a sábado, das 19h às 23h

Estamos pertinho de tudo. Vem!

O Club Coworking está estrategicamente localizado na Avenida Paulista, entre a Rua Augusta e a Rua da Consolação, pertinho de tudo! Caminhar pelos nossos arredores ainda pode levar você aos tradicionais Rodeio, Lellis Trattoria e Figueira Rubayat, entre outros endereços que ajudaram a consagrar São Paulo na rota mundial da gastronomia.

Além do roteiro destacado nesse artigo, você não precisa andar muito para experimentar um taco típico mexicano do Tollocos ou a cozinha portuguesa do A Bela Sintra. O menu francês é representado na região pelo também estrelado Chef Rouge; o Arábia traz no Brasil o autêntico sabor do Oriente Médio e, para quem não dispensa um bom sushi, as opções são inúmeras como o restaurante Aizomê, localizado dentro da Japan House São Paulo.

Deu fome? Bon Apetit!

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *